21 de abril: Dia de Tiradentes é a data marcada para valorizar o Patrono da Polícia Militar

TiradentesDesde 1965,  21 de abril é dedicado à celebração do Dia de Tiradentes, como foi imortalizado o alferes (militar) e dentista Joaquim José Xavier da Silva, herói nacional e Patrono da Nação Brasileira e da Polícia Militar. Relembremos que, por tanta importância, sempre é tempo de retomar a história, especialmente para instituições que se inspiraram nos mesmos princípios, como a Fundação Tiradentes.

Quem foi Tiradentes?

“Tiradentes” era o apelido atribuído a Joaquim José da Silva Xavier, que ficou famoso por ser um dos participantes da Inconfidência Mineira e por ter sido o único, entre os inconfidentes, a receber a pena capital, isto é, a pena de morte, pela forca.

Nascido em 12 de novembro de 1746, na então Capitania de Minas Gerais, durante o Brasil Colonial, Joaquim José desempenhou várias profissões. Entre elas, estava a de dentista amador, por isso foi apelidado como Tiradentes. Além de dentista, Tiradentes também tentou a sorte como tropeiro (condutor de tropas de animais, transportadoras de mercadorias), minerador e mascate (mercador ambulante), mas fracassou em todas. A única profissão que lhe rendeu estabilidade foi o posto de alferes – patente abaixo da de tenente – da cavalaria de Dragões Reais de Minas, a força militar atuante na Capitania de Minas Geras e subordinada à Coroa Portuguesa

Tiradentes pode ser considerado um herói nacional. Lutou pela independência do Brasil, num período em que nosso país sofria o domínio e a exploração de Portugal. O Brasil não tinha uma constituição, direitos de desenvolver indústrias em seu território e o povo sofria com os altos impostos cobrados pela metrópole. Nas regiões mineradoras, o quinto (imposto pago sobre o ouro) e a derrama causavam revolta na população. O movimento da Inconfidência Mineira, da qual Tiradentes fez parte, pretendia transformar o Brasil numa república independente de Portugal.

Nesse cenário de luta, destacamos a figura do policial militar, que não se intimida diante dos desafios diários por uma vida melhor. Por esse espírito de garra e por sua semelhança com os guerreiros da segurança pública, Tiradentes foi escolhido como patrono dos PMs e dá nome a esta instituição.

Seu exemplo serve de inspiração para a missão diária dos policiais militares, que para nós são os novos heróis da contemporaneidade, no cumprimento de superar obstáculos existentes para proteger e amparar a sociedade.

Fonte: portais Sua Pesquisa e História do Mundo.

Além disso verifique

Pós-graduandos da CIESP apresentam seus trabalhos no auditório da Fundação

A Fundação Tiradentes recebe o primeiro ciclo de apresentações dos Trabalhos de Conclusão de Curso ...